Associe-se Já! Conheça todas as Vantagens Preencha o formulário e receba por email todas as vantagens de ser associado da Casa do Professor! Beneficie de preços especiais na formação, usufrua de descontos em farmácias e lojas, apoio jurídico gratuito, apoio nos concursos e muito mais!

Home Loja DIDÁTICAS ESPECÍFICAS Aprendizagem da História através das tecnologias digitais: desafios e oportunidades para professores e alunos
brevemente

Aprendizagem da História através das tecnologias digitais: desafios e oportunidades para professores e alunos

65,00 140,00 

Limpar
REF: FCP029 Categoria:
Data Início

brevemente

Data Fim

a indicar

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

e-learning

Acreditação

CCPFC/ACC-106455/19

Destinatários

Grupos 200 e 400

D.C.P.

Sim

Formador

Hugo Martins

Preço Associado

65

Preço Não Associado

140

CALENDARIZAÇÃO

Espera-se que no final da ação de formação, seja possível uma mudança nas práticas e procedimentos no processo de ensino/aprendizagem da História, após:

– Consciencialização dos formandos das especificidades que hoje a escola vive por se mover na era da sociedade da informação e do conhecimento, na qual a Web 2.0 e os recursos aí disponíveis representam a realidade com que os alunos interagem diariamente.

– Reflexão sobre a qualidade e potencialidades das aplicações educativas digitais demonstradas e construídas pelos formandos.

– Reconhecimento das competências digitais e das competências pedagógicas digitais exigidas ao professor.

– Operacionalização de novas estratégias de motivação para a aprendizagem da História com recurso a ferramentas e aplicações digitais.

  1. Socialização (3h- sessão síncrona)

– Apresentação;

– Apresentação da ação: objetivos, conteúdos, fases, avaliação, procedimentos organizativos e de suporte tecnológico ao trabalho online;

– Contextualização e enquadramento da formação no âmbito das ciências da educação e do ensino e aprendizagem da História;

  1. A formação do aluno e do professor no século XXI (1h)

– Professor: Competências digitais e Competências pedagógicas digitais;

– Aluno: Aprendizagens fundamentais na área das TIC;

– Análise de Boas práticas.

  1. Reforço das competências da aprendizagem da História com aplicações para criação de conteúdos (16h)

– Aplicações para a criação de atividades com recurso a áudio e QRCodes (3h);

– Aplicações para a criação de jogos digitais (4h);

– Aplicações para a criação de atividades com recurso a vídeo (3h);

– Escape Room: estratégia de operacionalização de projetos colaborativos (3h).

  1. A avaliação formativa no ensino da História com recurso a aplicações móveis (2h)

–  Aplicações para criar e agilizar a avaliação formativa;

  1. Apresentação dos trabalhos realizados (3h- sessão síncrona)

– Avaliação da ação.

Este curso, com um total de 25 horas irá funcionar em regime e-learning.

No âmbito das sessões síncronas, uma no início e outra no final, pretende-se proporcionar momentos de interações formador-formando, formando-formador e formando-formando, criando-se assim oportunidades de partilha de conhecimento e de experiências.

No âmbito das sessões assíncronas, far-se-á uma exploração dos conteúdos do curso do ponto de vista teórico-prático. Primeiramente o formador apresenta o quadro concetual que o sustenta, selecionando documentos e recursos teóricos que permitam o desenvolvimento de um trabalho adequado. Seguidamente, procurar-se-á a cada quadro concetual abordado, proporcionar aos formandos a oportunidade de criação de atividades práticas para exercitação das competências desenvolvidas, articulando-as com os conteúdos programáticos da disciplina de História, de modo a criar recursos passíveis de serem utilizados e reutilizados por outros professores da disciplina nos diferentes contextos de atuação.

Avaliação quantitativa de cada formando, tendo por base uma reflexão final, expressa numa escala de 1 a 10 valores, nos termos do despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio.

Classificados de 1 a 10, com menção qualitativa de:

– 1 a 4,9 valores – Insuficiente;

– 5 a 6,4 valores – Regular;

– 6,5 a 7,9 valores – Bom;

– 8 a 8,9 valores – Muito Bom;

– 9 a 10 valores – Excelente.

Os critérios a utilizar incidem sobre os seguintes parâmetros:

– Participação – 10%

– Interesse e empenho – 10%

– Participação ativa no domínio da produção de conteúdos – 60%

– Reflexão final escrita – 20%