Associe-se Já! Conheça todas as Vantagens Preencha o formulário e receba por email todas as vantagens de ser associado da Casa do Professor! Beneficie de preços especiais na formação, usufrua de descontos em farmácias e lojas, apoio jurídico gratuito, apoio nos concursos e muito mais!
Home Loja A2 - METODOLOGIAS DE ENSINO DE AVALIAÇÃO E DE INCLUSÃO Dificuldades de aprendizagem específicas – avaliar para intervir (4.ª edição)
brevemente
e-learning

Dificuldades de aprendizagem específicas – avaliar para intervir (4.ª edição)

65,00 140,00 

Limpar
Data Início

brevemente

Data Fim

a indicar

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

e-learning

Acreditação

CCPFC/ACC-100181/18

Destinatários

Todos Grupos

D.C.P.

Não

Formador/a

Ana Monteiro e Carina Marques

Preço Associado

65,00 €

Preço Não Associado

140,00 €

Distinguir as principais características associadas às dificuldades de aprendizagem específicas

Concetualizar a problemática das dificuldades de aprendizagem específicas nas suas dimensões preventiva, educativa e reeducativa

Distinguir os principais sinais de alerta para as dificuldades de aprendizagem específicas

Analisar procedimentos de avaliação no âmbito do diagnóstico das dificuldades de aprendizagem específicas

Explorar metodologias de intervenção passíveis de se implementar no domínio das dificuldades de aprendizagem específicas

Reconhecer a importância das medidas educativas especiais a aplicar nos casos de dificuldades de aprendizagem específicas

Módulo 1 | sessão síncrona

Apresentação

Introdução às dificuldades de aprendizagem específicas

Módulo 2 | sessões assíncronas

Dislexia

Módulo 3 | sessão síncrona

Disortografia, Disgrafia e Discalculia

Módulo 4 | sessões assíncronas

Módulo 5 | sessão síncrona

Educação Especial e Dificuldades de Aprendizagem Específicas

Avaliação

 

Este curso, com um total de 25 horas, vai funcionar integralmente em regime e-learning. No âmbito das sessões síncronas realizadas, pretende-se proporcionar momentos geradores de interações múltiplas: formador-formando, formando-formador e formando-formando, criando-se assim oportunidades de partilha de conhecimento e de experiências.

Já nas sessões assíncronas, propõe-se a exploração dos conteúdos do curso do ponto de vista teórico. Esta componente incide sobre cada um dos temas previstos, com o formador a apresentar o quadro concetual que os sustenta, selecionando documentos e recursos teóricos que permitam o desenvolvimento de um trabalho adequado sob o ponto de vista metodológico e concetualmente rigoroso e coerente. Desenvolvida a fundamentação teórica, procura-se a cada conteúdo/módulo proporcionar aos formandos atividades práticas de exercitação das competências desenvolvidas, articulando-as com as situações vivenciadas na sua atividade pedagógica. Esses exercícios pretendem ainda estimular a visão prática dos conteúdos explorados, assim como proporcionar elementos que contribuam para a avaliação contínua do curso.

– Avaliação quantitativa de cada formando expressa numa escala de 1 a 10 valores, nos termos do Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio.

Classificados de 1 a 10, com menção qualitativa.

Os formandos são avaliados de forma contínua através da participação nas sessões síncronas e assíncronas e da resposta/concretização das tarefas propostas ao longo da abordagem aos diferentes conteúdos de cada módulo (6 valores).

Reflexão individual de natureza pedagógica (4 valores) – documento com cerca 1000 palavras, elaborado com o objetivo de detalhar o contributo da formação para a atividade docente, novos conhecimentos adquiridos, estratégias de consolidação e aplicação à prática pedagógica.