0,00 €

Nenhum produto no carrinho.

0,00 €

Nenhum produto no carrinho.

Home Loja Formação Contínua de Professores Género, Igualdade e Cidadania (7.ª edição)

Género, Igualdade e Cidadania (7.ª edição)

70,00 160,00 
SKU: 120D0108FCP2
Data Início

17/04/2024

Data Fim

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

a Distância

Grupo de recrutamento

Todos os grupos disciplinares

Releva para progressão na carreira docente?

Sim

Dim. Científica e Pedagógica

Excecionalmente, conforme Despacho n.º 4840/2023 de 21 de abril, a ação releva na dimensão científico-pedagógica de todos os grupos de recrutamento.

Formador/a

Ana Isabel Teixeira

Preço Associado

70.00 €

Preço Não Associado

160,00 €

NOTA:

N.º minimo de participantes para realização da ação: 10, O certificado será enviado por e-mail. Caso pretenda envio por via postal o custo é de €5.00

Sessões síncronas previstas
17/04/2024 das 18h30 às 20h30 (quarta-feira)
22/04/2024 das 18h30 às 20h30 (segunda-feira)
24/04/2024 das 18h30 às 20h30 (quarta-feira)
06/05/2024 das 18h30 às 20h30 (segunda-feira)
08/05/2024 das 18h30 às 20h30 (quarta-feira)
13/05/2024 das 18h30 às 20h30 (segunda-feira)
15/05/2024 das 18h30 às 20h30 (quarta-feira)
20/05/2024 das 18h30 às 20h30 (segunda-feira)
22/05/2024 das 18h30 às 20h30 (quarta-feira)
29/05/2024 das 18h30 às 20h30 (segunda-feira)

NOTA: Excecionalmente, conforme o n.º 5 do art.º 3 do Despacho n.º 779/2019 de 18 de janeiro, alterado pelos Despachos n. os 6851-A/2019 de 31 de julho, 2053/2021 de 24 de fevereiro e 4840/2023 de 21 de abril, a ação releva na dimensão científico-pedagógica de todos os grupos de recrutamento.

– Reconhecer os desequilíbrios de género resultantes dos papéis socialmente atribuídos a mulheres e homens e o modo como estes condicionam percursos e expetativas.
– Explicar o papel da escola no combate às discriminações, nos seus vários domínios.
– Propor e aplicar práticas educacionais dirigidas a ambientes escolares mais inclusivos e equitativos.
– Desenvolver o desenho de projetos educativos sobre igualdade de género na escola.
– Enquadrar o domínio da igualdade de género no referencial para a cidadania e no perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória.
– Construir ferramentas didático-pedagógicas para a respetiva área científica que lhes permitam desenvolver práticas promotoras da Igualdade de Género e da eliminação de estereótipos de género, enquanto estratégia essencial para a mudança de mentalidades e atitudes, em contexto escolar.

Módulo I. A Ordem Social de Género (6 horas)
a. Conceitos de sexo e de género: descrever e compreender a realidade de homens e de mulheres
b. Estereótipos de género e representações sociais de homens e de mulheres
c. Papéis sociais de género e organização social
d. Relações de género: hierarquias e relações de poder entre mulheres e homens; discriminações sexuais diretas e indiretas; violência de género
Módulo II. Género, Educação e Currículo (6 horas)
a. As diferentes dimensões do currículo (formal, informal, oculto, nulo…)
b. Comunicação, linguagem e recursos pedagógicos: (in)visibilidades e estereotipias
c. Género, saberes e competências: conhecimento e memória
Módulo III. Áreas e Dimensões de Intervenção Educativa (3 horas)
a. Género, espaços, ambientes e interações entre os sexos
c. Género, corpo, saúde e cuidado
Módulo IV. Género e conhecimento nas diferentes áreas curriculares/científicas – (10 horas)

A metodologia de realização da ação tem como princípio pedagógico e formativo a melhoria da prática pedagógica do professor no seu contexto de atuação. Durante a formação vão utilizar-se métodos expositivos e ativos, com recurso a diferentes técnicas pedagógicas potenciadoras da aprendizagem, designadamente: debate em contexto de salas virtuais para a consolidação dos conhecimentos adquiridos nas sessões teóricas; aprendizagem cooperativa, com os formandos a trabalhar em pequenos grupos; discussão e análise dos planos de intervenção na escola e recursos pedagógicos.

O regime de avaliação dos formandos contempla uma perspetiva formativa, realizada durante a formação, para promover o desenvolvimento das aprendizagens com vista ao ajustamento de processos e estratégias e no final da formação, uma avaliação sumativa tendo por base os trabalhos produzidos e a reflexão final.

Os critérios de avaliação a utilizar incidem nos seguintes parâmetros:
– Participação ativa nas atividades propostas – 25%;
– Produção de trabalhos ou materiais – 60%;
– Relatório de Reflexão final – 15%

A avaliação dos formandos é realizada nos termos do despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio. Avaliação quantitativa na escala de 1 a 10 valores, com menção qualitativa de:
Excelente – de 9 a 10 valores;
Muito Bom – de 8 a 8,9 valores;
Bom – 6,5 a 7,9 valores;
Regular – 5 a 6,4 valores;
Insuficiente – 1 a 4,9 valores.
O certificado de formação é emitido mediante a assiduidade de dois terços das horas de formação e a conclusão da ação com aproveitamento.

Outras sugestões