Home Loja A1 - DIDÁTICAS E METODOLOGIAS Matemática em Nós – literatura, arte e tecnologia (1.ª edição)
brevemente
a Distância

Matemática em Nós – literatura, arte e tecnologia (1.ª edição)

65,00 140,00 

O trabalho desenvolvido em DAC apresenta-se como um desafio aos docentes, revisto de enormes potencialidades de organização de práticas de ensino, nomeadamente através de projetos ou atividades interdisciplinares e/ou de articulação disciplinar que serão abordadas neste curso de formação.

Limpar
REF: FCP089-1 Categoria:
Data Início

brevemente

Data Fim

a indicar

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

a Distância

Destinatários

Grupos 230 e 500

Acreditação

CCPFC/ACC-112875/21

D.C.P.

Sim

Formador/a

Maria Fátima Moreira, António Vasconcelos

Efetuar inscrição como:

Não Associado, Associado

Preço Associado

65,00 €

Preço Não Associado

140,00 €

NOTA:

Certificado será enviado por email aos formandos com aproveitamento. Caso pretenda via postal, CTT, tem um custo adicional de 5,00€ (despesas envio)

A indicar brevemente

Objetivos gerais:
1. Potenciar a aprendizagem através de experiências matemáticas significativas, que contribuam para o sucesso educativo dos alunos e para o desenvolvimento de práticas de trabalho interdisciplinar e de articulação disciplinar.
2. Promover um aprofundamento do conhecimento matemático, didático e curricular dos professores através da troca de experiências e de processos de reflexão individual e conjunta sobre as práticas pedagógicas em uso.
Objetivos específicos:
1.1. Criar dinâmicas de trabalho cooperativo e de trabalho colaborativo.
1.2. Planificar tarefas DAC tendo por base exemplos de DAC para o ensino de conteúdos matemáticos;
2.1. Utilizar programas, ferramentas digitais e recursos para o desenvolvimento e implementação de atividades/DAC;
2.2. Selecionar e planificar DAC para desenvolver na sala de aula;
2.3. Construir, ensaiar e avaliar materiais e procedimentos para aplicar em situação de aprendizagem matemática.

Apresentação – 1h síncrona
Apresentação da ação, diagnose, instrumentos, processos e critérios utilizados.

Módulo 1 – Trabalho cooperativo e trabalho colaborativo em Matemática – 4h síncronas
Metodologias ativas e inovadoras. Apresentação de ferramentas para trabalho colaborativo em Matemática e métodos/técnicas de trabalho cooperativo.
Exemplos de Domínios de Autonomia Curricular (DAC) com integração de conteúdos matemáticos. Planificação de um DAC.

Módulo 2 – Matemática e Literatura 4h síncronas + 2h assíncronas
Apresentação de tarefas que relacionam a matemática e a literatura.
Conceção de tarefas/DAC para desenvolver em sala de aula de matemática.

Módulo 3 – Matemática e Artes Visuais – 4h síncronas + 2h assíncronas
Apresentação de tarefas que relacionam a matemática com as artes visuais.
Conceção de tarefas/DAC para desenvolver em sala de aula de matemática.

Módulo 4 – Matemática e Tecnologia – 3h síncronas + 2h assíncronas
Apresentação de tarefas que relacionam a matemática e a tecnologia.
Conceção de tarefas/DAC para desenvolver em sala de aula de matemática.

Avaliação – 3h síncronas
Apresentação das tarefas/DAC/trabalho desenvolvido.
Avaliação da ação e reflexão final.

Atuando numa perspetiva teórico/prática, priorizando-se a reflexão conjunta, utilizar-se-ão métodos ativos, sem se descurar o recurso a metodologias expositivas fazendo apelo a diferentes técnicas pedagógicas potenciadoras da aprendizagem, designadamente: trabalho colaborativo e cooperativo no suporte ao ensino da matemática; reflexão e definição de linhas de ação sobre os novos normativos legais de ênfase em Atividades de Articulação Curricular. A ritmo próprio, todos os formandos, mesmo com níveis de proficiência distintos, serão conduzidos de forma a dominarem software específico da matemática e a aprofundarem a reflexão sobre DAC, culminando com a apresentação do trabalho desenvolvido durante a formação. A aplicação de tecnologias digitais em contexto da sala de aula e a articulação disciplinar serão aspetos importantes dado que permitem investir, renovar e inovar abordagens pedagógico-didáticas, proporcionando novas e diversificadas experiências de aprendizagem aos alunos.

O regime de avaliação dos formandos contempla uma perspetiva formativa, realizada durante a formação, para promover o desenvolvimento das aprendizagens com vista ao ajustamento de processos e estratégias e, no final da formação, uma avaliação sumativa tendo por base uma reflexão final.
Os critérios de avaliação a utilizar incidem nos seguintes parâmetros:
– Participação ativa nas atividades propostas – 25%;
– Interesse, empenho, pontualidade – 25%;
– Produção de conteúdos (+ reflexão final) – 50%.
A avaliação dos formandos é realizada nos termos do despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio. Avaliação quantitativa na escala de 1 a 10 valores, com menção qualitativa de:
Excelente – de 9 a 10 valores;
Muito Bom – de 8 a 8,9 valores;
Bom – 6,5 a 7,9 valores;
Regular – 5 a 6,4 valores;
Insuficiente – 1 a 4,9 valores.
O certificado de formação é emitido mediante a assiduidade de dois terços das horas de formação e a conclusão da ação com aproveitamento.