Home Loja A1 - DIDÁTICAS E METODOLOGIAS Imprensa escolar e educação para os media (1.ª edição)
brevemente
a Distância

Imprensa escolar e educação para os media (1.ª edição)

65,00 140,00 

Este curso de formação pretende reforçar, junto dos professores, o reconhecimento do valor cultural e do papel educativo da imprensa escolar.

Limpar
REF: FCP086-1 Categoria:
Data Início

brevemente

Data Fim

a indicar

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

a Distância

Destinatários

Todos os Grupos

Acreditação

CCPFC/ACC-112769/21

D.C.P.

Não

Formador/a

Amadeu Santos

Preço Associado

65,00 €

Preço Não Associado

140,00 €

Efetuar inscrição como:

Não Associado, Associado

NOTA:

Certificado será enviado por email aos formandos com aproveitamento. Caso pretenda via postal, CTT, tem um custo adicional de 5,00€ (despesas envio)

A indicar brevemente

Reforçar junto dos formandos o reconhecimento do valor cultural e do papel educativo da imprensa escolar.
Combater a dispersão da atenção provocada pelo consumo imoderado e acrítico de informação fragmentária e irrelevante dos media, em particular dos digitais.
Apreciar criticamente publicações escolares físicas e online já existentes.
Envolver os seus alunos e a comunidade escolar em geral em projetos de construção e manutenção de diferentes formatos de media escolares.
Estimular a criação de clubes de jornalismo, de leitura e escrita dentro da escola.
Favorecer a aquisição de literacia mediática e a educação para a cidadania.

Módulo 1. A Imprensa escolar, da sua necessidade e dos seus efeitos
(5 horas: 3 síncronas + 2 assíncrona para pesquisa e consulta de materiais dados)
Apresentação da ação de formação.
Orientações e sugestões para o desenvolvimento da ação.
Recomendações bibliográficas e webgráficas.
Publicações escolares, uma introdução: Como, quando, com quem, para quem e para quê?
A escola, a literacia mediática e a educação para a cidadania.
A disputa da atenção. A imprensa escolar face aos media tradicionais e eletrónicos.
Debate sobre os conteúdos do módulo.

Módulo 2. A operacionalização
(5 horas: 3 síncronas + 2 assíncronas para pesquisa)
Formatos e propósitos: o jornal, a revista, o fanzine. O título.
Edição digital ou impressa? A periodicidade.
Criação e manutenção da publicação. Questões organizativas. Equipas, recursos e apoios.
A articulação com a Biblioteca Escolar, com os grupos disciplinares e clubes e oficinas.

Módulo 3. Conteúdos e imagem gráfica
(6 horas: 4 síncronas + 2 assíncronas para pesquisa)
A linha editorial. A escolha dos temas/assuntos. A vocação interdisciplinar.
A entrevista, a reportagem, o artigo de fundo, a notícia. As rubricas.
Recolha e seleção de textos. Critérios.
As fontes, o copyright. O verdadeiro e o falso; a “pós-verdade”.
A relação texto/imagem. A composição, o design gráfico.
O formato, a paginação e a ilustração. O tipo de letra.

Módulo 4. Outros aspetos
(5 horas: 3 síncronas + 2 assíncronas para pesquisa)
A apresentação da publicação, a sessão de lançamento.
O feedback da comunidade. A publicação na sala de aula.
Estudo de algumas publicações escolares.

Módulo 5. Apresentações finais pelos formandos com base no trabalho assíncrono
(4 horas síncronas)
Apresentações dos formandos, debate e considerações finais.

Serão criados momentos geradores de interações múltiplas entre o formador e os formandos e destes entre si, partilhando conhecimento e experiências.
O curso vai desenvolver-se intercalando a apresentação teórica de conteúdos, desenvolvidos com a preocupação de ligação aos contextos e vivências profissionais dos participantes; englobando sugestões de leituras, vídeos, e recurso às TIC. Os formandos são incentivados a refletir, debater e questionar em torno das questões e problemas colocados, promovendo-se assim aprendizagens significativas.

Os critérios a utilizar são:
• O domínio de conhecimentos e estratégias demonstrados na reflexão;
• Evolução das aprendizagens;
• Participação e empenho nas atividades propostas em linha;
• Capacidade de cooperação e colaboração interpessoais;
• Adequação de conteúdos e saberes aos contextos.
Estes critérios incidem nos seguintes parâmetros:
– Participação ativa nas atividades propostas – 25%;
– Interesse, empenho, pontualidade – 25%;
– Participação ativa no domínio da produção de conteúdos (reflexão final) – 50%.
A avaliação dos formandos é realizada nos termos do despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio. Avaliação quantitativa na escala de 1 a 10 valores, com menção qualitativa de:
Excelente – de 9 a 10 valores;
Muito Bom – de 8 a 8,9 valores;
Bom – 6,5 a 7,9 valores;
Regular – 5 a 6,4 valores;
Insuficiente – 1 a 4,9 valores