Associe-se Já! Conheça todas as Vantagens Preencha o formulário e receba por email todas as vantagens de ser associado da Casa do Professor! Beneficie de preços especiais na formação, usufrua de descontos em farmácias e lojas, apoio jurídico gratuito, apoio nos concursos e muito mais!

Home Loja DIDÁTICAS ESPECÍFICAS A utilização de projetos no ensino e aprendizagem da matemática
brevemente

A utilização de projetos no ensino e aprendizagem da matemática

65,00 190,00 

Limpar
REF: FCP042 Categoria:
Data Início

brevemente

Data Fim

a indicar

Duração

25h

Modalidade

Curso

Regime

Presencial

Acreditação

CCPFC/ACC-106122/19

Destinatários

Grupos 230 e 500

D.C.P.

Sim

Formador

António Vasconcelos

Preço Associado

65

Preço Não Associado

190

CALENDARIZAÇÃO

  1. a) Apresentar projetos europeus que apoiam o desenvolvimento de projetos a nível de escola;
  2. b) Articular de conteúdos entre o 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico;
  3. c) Elaborar materiais para a sala de aula;
  4. d) Promover um aprofundamento do conhecimento matemático, didático e curricular dos professores;
  5. e) Desenvolver uma atitude positiva dos professores e alunos relativamente à Matemática;
  6. f) Selecionar, discutir e preparar projetos matemáticos para desenvolver na sala de aula;
  7. g) Construir, ensaiar e avaliar materiais e procedimentos para aplicar em situação de aprendizagem matemática;
  8. h) Criar dinâmicas de trabalho colaborativo;
  9. i) Promover a troca de experiências;
  10. j) Promover a reflexão individual e conjunta sobre as práticas pedagógicas.

– Programas e projetos europeus que apoiam o desenvolvimento de projetos a nível de escola;

– Exemplos de projetos matemáticos;

– Natureza das tarefas e comunicação na sala de aula de Matemática;

– Temas matemáticos e as capacidades transversais;

– Conceção, em trabalho cooperativo, de um projeto matemático para desenvolver na sala de aula;

– Apresentação ao grupo turma do projeto.

Esta ação de formação terá uma tipologia teórico/prática apresentando, no entanto, uma vertente essencialmente prática e de reflexão conjunta.

Avaliação quantitativa de cada formando, expressa numa escala de 1 a 10 valores, nos termos do Despacho n.º 4595/2015, de 6 de maio.

Classificados de 1 a 10, com menção qualitativa.

A avaliação quantitativa de 0 a 10 valores será baseada nos seguintes critérios:

– 40% para a participação, a realização das Tarefas nas Sessões e Pontualidade.

– 60% para a reflexão crítica/memória final, trabalho/texto final, relatório de implementação e prova de conhecimentos.