I Encontro de Coros da Casa do Professor

A primeira edição, promovida pelo Coro Cantabile da Casa do Professor, reuniu o Grupo Coral de Azurém, o Coro da Cruz Vermelha de Águeda, Grupo Coral da Bairrada e o Grupo Coral da AESAS. O evento decorreu no Auditório Sebastião Alba da Escola Secundária Alberto Sampaio, em Braga, no passado dia 6 de maio.

CORO CANTABILE

O Grupo Coral Cantabile é uma das múltiplas valências da Casa do Professor. Nascido a 11 de setembro de 2018, o Grupo tem vindo afirmar-se pela diversidade de estilos musicais que vão desde a música clássica à música ligeira, com o intuito de abranger públicos diferenciados. O Cantabile é constituído por cerca de 40 elementos, entre professores associados e outros, que partilham o gosto pela música e canto coral. O Coro Cantabile é artisticamente dirigido desde a sua criação pela maestrina e professora Sara Rei, Mestre em Ensino de Música via Teoria e Formação Musical e docente do Quadro no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga. Das várias atuações, destacam-se a participação com a Orquestra FI-BRA – Filarmonia Juvenil de Braga no Theatro Circo e no Auditório do Museu D. Diogo de Sousa (em Braga), entre outros.



Direção Musical: Maestrina Sara Lobo Rei

Licenciada em Ensino de Música pela Universidade de Aveiro e docente de Formação Musical no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga. Com grande e variada experiência coral, desde coros infantis, juvenis e adultos, fundou anteriores corais como o Estrelitas e Allegro, no Conservatório de Música de Águeda, bem como o Coro Allegretus do Centro Social e Cultural de Sto. Adrião.

GRUPO CORAL DE AZURÉM

Remonta ao ano de 1952 a fundação do Grupo Coral de Azurém, que muito deve ao Padre José Fernandes Ribeiro. É, contudo, com a chegada do Cónego Dr. Manuel Faria, grande compositor, senão o maior compositor português de música Sacra do século XX, que dedicou a este Grupo os últimos 20 anos da sua vida, que o Coral de Azurém atinge uma forte projeção a nível nacional e internacional. Em 2012, a Direção Artística do Grupo coral passou a ser assumida pelo atual Diretor Artístico, Professor Adriano Gonçalves, contando presentemente com a colaboração de jovens ensaiadores, nomeadamente Guilherme Moreira e também do jovem Pianista Simão Neto.



Direção Musical: Maestro Adriano Gonçalves

Iniciou os estudos musicais no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga; ingressou na Escola Superior de Educação de Viana, onde conclui a Licenciatura em Educação Básica, variante Educação Musical; iniciou o Mestrado em Ensino de Música (Direção Coral e Formação Musical) na UM. Entre 2010 e 2020 lecionou Iniciação Musical e Classe Conjunto na Conservatório de Música de Guimarães; desenvolveu projetos, como a realização de Óperas Infantis. Em 2012 assume a Direção Artística do Grupo Coral de Azurém e em 2014 dirige o Glória de Vivaldi no XIII Aniversário da Elevação de Guimarães a Património Histórico da Humanidade.

CORO DA CRUZ VERMELHA DE ÁGUEDA

O Coro Misto da Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa, aparece com o intuito de preencher um espaço cultural diferente e inovador dentro da Instituição. Entende-se que a Cruz Vermelha não deve ser só “emergência social e de socorro”, mas também “um espaço de cultura”. O Coro Misto fez o seu primeiro ensaio no dia 6 de Abril de 2006, e apresentou-se pela primeira vez ao público de Águeda, no dia 1 de Outubro de 2006 (Dia Mundial da Música), apadrinhado pelo Coro da Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa. Desde então, tem realizado inúmeros concertos, quer na comunidade em que se insere, quer ainda em diversos locais do nosso país, onde se tem deslocado, a convite de vários Coros congéneres e de outras Entidades. O seu reportório é constituído por obras sacras e profanas, desde a época renascentista à contemporânea, de compositores nacionais e estrangeiros, de forma a agradar ao vastíssimo público. O Coro Misto da Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa é, presentemente, constituído por cerca de 50 elementos de ambos os sexos, estando a Direção Artística, desde a fundação, a cargo do Maestro Sérgio Brito.

GRUPO CORAL DA BAIRRADA

Fundada em 2013, a Associação “O Coral da Bairrada” teve origem num grupo de anadienses, com o propósito de preencher uma lacuna evidente no seio da animação cultural do concelho. Nos primeiros anos de vida, a Associação teve como principal objetivo a construção de um coro consistente, mobilizando para as suas fileiras elementos que possuíam em comum o gosto de cantar. Chegaram cantores, não só do município de Anadia, mas também dos concelhos vizinhos, entregando ao Coral a beleza das suas vozes e o encanto da sua personalidade, começando a cimentar uma verdadeira amizade entre pessoas que se desconheciam, ou que pouco se conheciam, à volta desse gosto pelo canto, que todos comungam. O Coral da Bairrada tem participado em vários concertos ou eventos organizados pela Câmara Municipal, Concertos de Natal (anuais), Concertos de Aniversário, Internacionalização (Salamanca), Convívios, intercâmbio de Coros, promoção de jovens cantores, entre outros. Desde a sua fundação, o Coral da Bairrada é dirigido pelo maestro Celestino Ortet.

GRUPO CORAL DA AESAS

O Grupo Coral AESAS, inserido no projeto “Viver com a Música”, foi criado em outubro de 2007, com a designação de Grupo Coral ESAS, sendo alterado para AESAS aquando da constituição do Agrupamento. O Grupo tem como objetivos: contribuir para a dinamização cultural e recreativa do AESAS; divulgar, através do canto, textos de autores portugueses que constam dos currículos escolares; promover o convívio entre os seus elementos; participar em eventos realizados no AESAS e no meio onde está inserido. A longo destes anos, o Grupo Coral tem participado em diversos eventos realizados no AESAS, como, por exemplo, abertura do ano letivo, Dia de Reis, lançamento da revista Defacto, Sarau ESAS e outras atividades em que lhe é solicitada a colaboração. Além disso, participou em encontros de coros em S. Martinho de Dume (Braga), na Fundação Cupertino de Miranda (Famalicão), Lar S. Vicente de Paulo (Braga), Feira do Livro de Braga e num encontro de coros em Fraião. No seu reportório constam canções de caráter religioso, tradicionais populares, clássicas, gregorianas, espiritual negro, canções com poemas de autores portugueses consagrados. Atualmente, o Grupo Coral AESAS é constituído por 20 elementos – professores no ativo e aposentados.



Direção Musical: Maestro Sérgio Brito

Iniciou os seus estudos musicais aos 8 anos com seu pai na Casa do Povo de Águeda, e posteriormente com o compositor Cap. Amílcar Morais na Orquestra Filarmónica 12 de Abril (Travassô-Águeda). Ingressou no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian em 1992, onde concluiu o Curso Complementar de Piano, na classe da Prof.ª Helena Galante. É Licenciado em Ensino de Música pela Universidade de Aveiro, área específica de piano. Frequentou o Mestrado em Música, na área de Direção Coral, na Universidade de Aveiro. Atualmente, é professor de piano no Conservatório de Música de Águeda, onde desempenha funções diretivas desde 2002, acumulando, ainda, o cargo de coordenador pedagógico da Escola de Música da Casa do Povo de Águeda. É maestro fundador do Coro Misto da Delegação de Águeda da Cruz Vermelha Portuguesa, desde Abril de 2006, e maestro da Orquestra Juvenil da Casa do Povo de Águeda, desde 2013.




Direção Musical: Celestino Ortet

Natural de Cabo Verde, onde iniciou os seus estudos de Filosofia e de Música com docentes Indianos. Nos finais da década de 70 chega a Coimbra, onde aprofunda a Filosofia, inicia a Teologia e faz o antigo Curso Superior de Composição, entre os Conservatórios do Porto e de Lisboa. Leciona, há cerca de três décadas, Expressão Musical, Educação Musical, Formação Musical e Piano. Dirige, atualmente, o Grupo Coral da Bairrada e o Coral Columba em Casal Comba. Há mais de 30 anos que é compositor de obras originais (vocais) infantojuvenis, profanas, sacras, clássicas e contemporâneas. Do seu histórico profissional constam 3 CD’s gravados e diversos primeiros prémios nos festivais em que participou, quer a nível regional, quer a nível nacional. Recebeu, no ano de 2009, o Prémio de Bronze, no Festival Internacional de Coros de Praga (República Checa), na categoria de Coros Infantojuvenis, através da prestação do Coral Cluny Vox.




Direção Musical: Maestro Joaquim Monteiro

Desde a sua fundação, o Grupo Coral é dirigido por Joaquim Monteiro, com formação musical adquirida nos Seminários que frequentou e com experiência na direção de outros grupos: Grupo Coral da Paróquia de Barco (Guimarães) e Grupo Coral da Escola Profissional de Braga.